Candidato a vereador assassina companheira com 13 facadas em MG

0

A Polícia Militar de Bandeira do Sul, no Sul de Minas, ainda procura pelo candidato a vereador Adílio Sérgio Gomes (PSDB), de 40 anos, que matou a companheira a facadas. O crime aconteceu após uma briga por causa da porta da geladeira aberta, conforme registro policial. Na noite desta segunda-feira (19), militares fazem rastreamento em toda a região.

De acordo com o boletim de ocorrência, o crime aconteceu nesse domingo (18) na residência da família, no centro da cidade. A filha do casal, que não teve a idade divulgada, contou aos militares que os pais passaram o dia em um sítio na zona rural do município Segundo ela não houve briga, mas o casal se desentendeu por causa da geladeira.

Ela foi embora para casa primeiro que os pais, que chegaram em seguida. Logo depois, ainda no quarto, a garota ouviu os gritos da mãe, Roberta Camile Araújo Silva, de 34 anos. A vítima foi atingida no quintal do imóvel com 13 facadas. Uma equipe médica do Pronto Socorro Municipal foi acionada, mas a mulher não resistiu aos ferimentos.

A mãe de Adílio, também conhecido como Adílio Negrera, estava na casa e passou mal. Uma vizinha contou aos policiais que encontrou com o candidato após o crime e, ao ser questionado da briga, o suspeito disse que era para ela ir até a residência da família “ver a besteira que ele havia feito”.

Familiares contaram aos policiais que as brigas entre o casal eram constantes, inclusive com agressões físicas mútuas. No entanto, ninguém soube informar a motivação do atrito que terminou com o assassinato de Renata.

Adílio é comerciante e tem um bar na cidade. O caso é investigado pela Polícia Civil. A reportagem aguarda um posicionamento do PSDB.

Por Carolina Caetano/O Tempo.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui