Cruzeiro arranca empate com Náutico no fim, mas segue na zona de rebaixamento da Série B

0

Após sair atrás no placar no 1º tempo, Raposa conseguiu a igualdade aos 40 minutos da etapa final

No segundo jogo sob o comando do técnico Luiz Felipe Scolari, o Cruzeiro novamente não apresentou um grande futebol, mas conseguiu sair do Recife com um empate com o Náutico. Após sair atrás no primeiro tempo, a Raposa foi premiada pela insistência nos minutos finais do jogo para arrancar a igualdade por 1 a 1, no estádio dos Aflitos, pela 18ª rodada da Série B.

Vinícius marcou para o Náutico, aos 20 minutos do primeiro tempo, enquanto Airton balançou as redes para o Cruzeiro, aos 40 da etapa final.

Com o resultado, o Cruzeiro foi a 17 pontos, mas segue na zona de rebaixamento, na 18ª posição. Se vencesse, a Raposa deixaria o Z4 ao ultrapassar justamente o Náutico, que subiu para o 15º lugar, com 19 pontos.

Fechando o primeiro turno da Série B, o Cruzeiro tentará dar sequência a arrancada diante do Paraná, na sexta-feira (30), às 21h30, no Mineirão, pela 19ª rodada. Já o Náutico visita o CSA, sábado (31), às 21h, no estádio Rei Pelé.

O jogo

A partida no estádio dos Aflitos começou truncada, com poucas chances de gol para os dois times, que erravam muitos passes. O confronto era mais físico no meio-campo.

O Cruzeiro chegou com perigo pela primeira vez em uma pancada de fora da área de Arthur Caíke que o goleiro Jefferson fez boa defesa.

O jogo estava morno, mas o Náutico conseguiu abrir o placar em uma jogada isolada aos 20 minutos. Vinícius recebeu pelo lado esquerdo, partiu pra cima de Rafael Luiz, puxou para o meio e, da entrada da área, bateu no cantinho. Fábio demorou um pouco para cair e a bola entrou.

A Raposa respondeu na sequência em cabeçada de Ramon que passou raspando a trave.

O Timbu quase achou o segundo gol, após lançamento do campo de defesa. Kieza recebeu nas costas da zaga do Cruzeiro, invadiu a área e finalizou meio sem jeito trombando com Fábio e Cacá. Mesmo assim, a bola passou e ia entrando, mas Ramon chegou para salvar.

Pouco depois, o time celeste perdeu Arthur Caíke, que sentiu um problema muscular. Airton entrou no jogo, mas pouco fez, assim como o restante do setor ofensivo do Cruzeiro no primeiro tempo.

Para a etapa final, Felipão foi obrigado a mexer na lateral-esquerda. Patrick Brey entrou no lugar de Matheus Pereira que não voltou para o campo, após sofrer um pisão no tornozelo, em entrada muito forte por trás de Jorge Henrique no fim do primeiro tempo. Além do camisa 36, Marquinhos Gabriel também saiu para a entrada de Sassá.

O Cruzeiro não se encontrava em campo e ainda cometia erros. Ramon vacilou no campo de defesa, perde a bola para Erick, que avançou sozinho em velocidade, invadiu a bateu na saída de Fábio. A bola amorteceu no goleiro celeste e ia entrando devagar, mas Cacá chegou para afastar em cima da linha evitando o segundo gol do Náutico.

Fábio também salvou o Cruzeiro em cobrança de falta de Jean Carlos. O goleiro celeste saltou no ângulo e espalmou pela linha de fundo.

Após sofrer durante o segundo tempo, o Cruzeiro pressionou nos minutos finais em busca do empate e foi premiado pela insistência. Aos 40 minutos, Patrick Brey cruzou na medida para Airton que, livre de marcação, subiu tranquilo e cabeceou no canto.

Náutico 1 x 1 Cruzeiro

Náutico: Jefferson; Hereda, Carlão, Camutanga e Kevyn; Rhaldney, Jhonnatan (Djavan), Jorge Henrique (Erick) e Jean Carlos (Marcos Vinícius); Vinícius (Álvaro) e Kieza. Técnico: Gilson Kleina

Cruzeiro: Fábio; Rafael Luiz, Cacá, Ramon e Matheus Pereira (Patrick Brey); Adriano, Jadsom Silva (Filipe Machado), Arthur Caíke (Airton), Régis (Welinton) e Marquinhos Gabriel (Sassá); Marcelo Moreno. Técnico: Felipão

Data e horário: 25 de outubro de 2020 (domingo), às 16h
Local: Estádio dos Aflitos, no Recife (PE)
Motivo: 18ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro

Gols: Vinícius (20’/1º), Airton (40’/2º)

Cartão Amarelo: Camutanga, Rhaldney, Jorge Henrique (Náutico); Marquinhos Gabriel, Ramon, Cacá, Welinton (Cruzeiro)

Árbitro: Leandro Bizzio Marinho (SP)
Assistentes: Anderson José de Moraes Coelho (SP) e Evandro de Melo Lima (SP).

Fonte:Itatiaia

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui