Jovem de 20 anos morre após procedimento de estética em clínica de Belo Horizonte

0

Família denuncia médico por convencer a vítima a fazer a cirurgia no local, alegando ter um na clínica CTI caso fosse necessário

Uma jovem, de 20 anos, morreu após se submeter a um procedimentos estéticos na Clínica Belíssima Cirurgia Plastica, que fica na Savassi, região Centro-Sul de Belo Horizonte. Um boletim de ocorrência foi registrado pela família nessa segunda-feira (14).

De acordo com familiares, o risco cirúrgico apontou que Edisa de Jesus Solano tinha problemas no coração e que para não correr risco, qualquer procedimento deveria ser dentro de um hospital. Mas segundo Silvana Mota Pereira, de 36 anos, prima dela, o médico a convenceu fazer na clínica, alegando que lá tinha todos os equipamentos necessários.

“Não se sentindo bem com o corpo que tinha, ela resolveu que iria passar por um procedimento cirúrgico. Ela já era linda, mas procurou esse médico para melhorar. Ela queria fazer a lipoaspiração e ele fez a cabeça dela para fazer a lipoaspiração, a papada e o glúteo. No risco cirúrgico, apareceu que ela tinha um pequeno problema cardíaco. Ela poderia passar por qualquer procedimento, desde que ele fosse realizado em um hospital. O médico alegou que tinha CTI na clínica para atendê-la caso ela tivesse qualquer complicação”, denunciou Silvana.

Em 2011, familiares de uma funcionária pública denunciaram este mesmo médico pedindo explicações pela morte da mulher após ela se submeter a um procedimento estético.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui