Sexta, 26 de Fevereiro de 2021 01:05
31 986773569
MPMG Vacina

MPMG abre inquérito para apurar perda de 229 doses de vacina em Igarapé

Órgão deu 10 dias para que prefeitura apresente informações sobre a manutenção dos aparelhos de refrigeração e os funcionários que tinham acesso aos imunizantes

17/02/2021 06h56 Atualizada há 1 semana
Por: Redação
Pane elétrica teria sido causada por uma defeito raro no termostato de um dos aparelhos de refrigeração utilizados pela Prefeitura de Igarapé
Pane elétrica teria sido causada por uma defeito raro no termostato de um dos aparelhos de refrigeração utilizados pela Prefeitura de Igarapé

O Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) instaurou inquérito nessa segunda-feira (15), para apurar a perda de 229 doses da vacina Coronavac no município de Igarapé, na região metropolitana de Belo Horizonte. A perda das doses teria sido causada por um problema no termostato de um dos três refrigeradores utilizados pela prefeitura da cidade para armazenar as vacinas, e que ficava na Policlínica Municipal Inácio Caetano de Andrade. 

No documento que pede a abertura de inquérito, o promotor de Justiça da comarca de Igarapé, André Salles Dias Pinto pede que a prefeitura do município apresente informações, em até dez dias, sobre os dados funcionais de todos os servidores que trabalham na policlínica, inclusive o do gerente do local.

O representante do ministério público também solicita ao Executivo municipal de Igarapé informações sobre todas as manutenções que foram feitas no aparelho desde janeiro de 2020, quem são os responsáveis pelo serviço, quantos frascos foram recebidos até o momento do governo de Minas e quantas doses se encontravam exatamente dentro do aparelho defeituoso.

André Salles Dias Pinto ainda solicita à Polícia Civil, que seja enviado ao MPMG, também em um prazo máximo de dez dias, a cópia integral do inquérito policial instaurado para apurar o caso. 

"O Ministério Público instaurou Inquérito Civil para apurar se houve ato de improbidade administrativo que causa dano ao erário, bem como se houve dano moral coletivo. É gravíssimo que mais de duas centenas de doses de vacina, representando grande parcela das doses recebidas pelo município de Igarapé, tenhamsido perdidas por ausência de adequada conservação", pontuou o promotor de Justiça.

Por meio de nota, a Polícia Civil informou que a perícia compareceu ao local para fazer os primeiros levantamentos e aguarda a conclusão do laudo para verificar a causa do problema. A instituição também pontuou que mais informações serão repassadas em momento oportuno. 

Por meio de nota, a Prefeitura de Igarapé afirmou que foi notificada da abertura do inquérito do MPMG na tarde desta terça-feira (16). Disse ainda  que o município tem cooperado com as investigações e que vai atender aos prazos estipulados pelo órgão. 

"Por determinação do prefeito Arnaldo Chaves foi aberta também, nesta terça-feira, uma sindicância interna pela Controladoria do Município para apurar o ocorrido", disse em nota. 

O Executivo Municipal informou ainda que solicitou a análisse das vacinas que teriam sido perdidas pelo Governo de Minas, bem como a repossição das doses para que a vacinação, que no momento foi interrompida na cidade, possa ser retomada. "O prefeito aguarda resposta do Governo do Estado", respondeu da Prefeitura de Igarapé. 

Relembre
Após uma pane elétrica no último fim de semana em um dos três refrigeradores utilizados para armazenar vacinas contra a Covid-19, a Prefeitura de Igarapé, na região metropolitana, anunciou nessa segunda-feira que perdeu 229 doses da vacina Coronavac. Funcionários perceberam apenas na manhã de segunda-feira que o aparelho marcava 36,6 ºC, enquanto a temperatura ideal para armazenamento das vacinas não deveria ultrapassar os 8ºC. 

Segundo o secretário municipal de Saúde, Leonardo Barberá, diante do problema,  a Prefeitura acionou imediatamente a empresa responsável pela manutenção do equipamento para diagnosticar onde ocorreu o problema. E também pediu a colaboração das polícias Militar e Civil para identificar possíveis responsáveis.

A prefeitura de Igarapé disse informou que o técnico da empresa, após vistoria no equipamento, “verificou um defeito raro no termostato do refrigerador, que, segundo informou, em mais de 30 anos de trabalho e mais de 500 manutenções, constatou apenas cinco semelhantes até hoje”.

Doses

O município de Igarapé recebeu do Governo de Minas três lotes com os imunizantes contra a covid-19, sendo 210 doses da vacina Astrazeneca, aplicadas em sua totalidade, e 604 doses da vacina Coronavac – 402 destinadas à aplicação de primeiras doses e 202 para as segundas doses.

A Prefeitura de Igarapé pontuou que do total de doses de Coronavac, até a sexta-feira passada, já tinham sido aplicadas 375 doses, sendo que 284 pessoas no município já tinham recebido a primeira dose da vacina e outras 91 tiveram o ciclo de imunização concluído com a aplicação da segunda dose.

Por meio de nota a Secretaria de Estado de Saúde afirmou que a perda de vacinas de Covid-19 no município de Igarapé já está sendo acompanhada pela Superintendência Regional de Saúde de Belo Horizonte (SRS-BH).

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Sobre o município
Notícias de Igarapé - MG
Santa Maria de Itabira - MG
Atualizado às 00h55 - Fonte: Climatempo
22°
Muitas nuvens

Mín. 21° Máx. 30°

22° Sensação
12.6 km/h Vento
95.9% Umidade do ar
80% (31mm) Chance de chuva
Amanhã (27/02)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 19° Máx. 28°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Domingo (28/02)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 19° Máx. 29°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.