Segunda, 15 de Julho de 2024
11°C 28°C
Santa Maria de Itabira, MG
Publicidade

Uberlândia ganha terceira unidade para jovens em conflito com a lei

No interior do estado, essa é a primeira Casa de Semiliberdade voltada exclusivamente para o público feminino

18/06/2024 às 16h32
Por: Redação Fonte: Secom Minas Gerais
Compartilhe:
Tiago Ciccarini
Tiago Ciccarini

A cidade de Uberlândia, no Triângulo Mineiro, deu um passo importante para a ressocialização de jovens meninas em conflito com a lei. Na manhã desta terça-feira (18/6), a Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) , por meio de sua Subsecretaria de Atendimento Socioeducativo (Suase), inaugurou a primeira Casa de Semiliberdade feminina no município com capacidade para abrigar 20 adolescentes.

Tiago Ciccarini
Tiago Ciccarini

A casa funcionará no formato de casa-albergue. As jovens destinadas ao local serão acompanhadas e orientadas por uma equipe profissional e, pelo período que estiverem na semiliberdade, deverão frequentar a escola e participar de cursos profissionalizantes, além de manter a convivência familiar e comunitária.

"É a concretização do nosso compromisso em oferecer um atendimento mais humanizado e digno às adolescentes em conflito com a lei, promovendo sua ressocialização e reinserção na sociedade", destacou o secretário Rogério Greco, durante a inauguração do local.

Vale destacar que Uberlândia já possui uma Casa de Semiliberdade e um Centro Socioeducativo, ambos destinados exclusivamente ao público masculino.

Avanço na socioeducação

A nova Casa de Semiliberdade de Uberlândia também representa um avanço significativo na política socioeducativa do Estado, uma vez que essa é a segunda casa de semiliberdade exclusiva para o público feminino em Minas Gerais - a primeira está na capital.

A subsecretária Giselle Cyrillo destacou a relevância da realização de um atendimento regionalizado e específico para o público feminino, que se por um lado é uma minoria numérica, representando aproximadamente 5% do sistema, por outro, é uma parcela da população que tem necessidades peculiares, próprias da condição feminina.

"Essa é a primeira Casa de Semiliberdade do estado, fora da capital mineira, a atender exclusivamente adolescentes do sexo feminino. Essa iniciativa demonstra o nosso compromisso em garantir um atendimento qualificado e diferenciado, considerando as necessidades específicas dessa população."

Além do secretário e da subsecretária da Sejusp, o evento de inauguração do novo espaço do socioeducativo contou com a presença do juiz José Roberto Poiani, da Vara da Infância e Juventude da comarca de Uberlândia; do promotor de Justiça André Tuma; e do diretor executivo do Polo de Evolução das Medidas Socioeducativas (Pemse) - instituição parceira da Sejusp na execução da Semiliberdade no Estado, Alexandre Rocha.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Santa Maria de Itabira, MG
27°
Tempo limpo

Mín. 11° Máx. 28°

27° Sensação
1.65km/h Vento
33% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
06h26 Nascer do sol
05h30 Pôr do sol
Ter 26° 12°
Qua 28° 12°
Qui 29° 12°
Sex 30° 13°
Sáb 29° 12°
Atualizado às 13h05
Publicidade
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,45 +0,41%
Euro
R$ 5,95 +0,27%
Peso Argentino
R$ 0,01 +0,21%
Bitcoin
R$ 368,057,04 +10,58%
Ibovespa
129,202,51 pts 0.24%
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Lenium - Criar site de notícias