Domingo, 25 de Julho de 2021 18:32
31997322364
Esportes BRASILEIRÃO SÉRIE A

Galo empata com Chapecoense no Mineirão e desperdiça chance de ser vice-líder do Brasileiro

Pela segunda vez no Brasileirão, time alvinegro tropeçou em casa

21/06/2021 22h41 Atualizada há 1 mês
Por: Helton Santos
 Foi o segundo tropeço do Atlético em Belo Horizonte
Foi o segundo tropeço do Atlético em Belo Horizonte

O Atlético deixou escapar em casa dois pontos preciosos que evitaram que o time assumisse a vice-liderança do Campeonato Brasileiro. Em uma apresentação abaixo do esperado, o Galo até saiu na frente da Chapecoense no primeiro tempo, mas cometeu um pênalti na etapa final e sofreu o empate por 1 a 1, nesta segunda-feira, no Mineirão, no fechamento da quinta rodada.

Foi o segundo tropeço do Atlético em Belo Horizonte. Na estreia, o time perdeu para o Fortaleza por 2 a 1. Já são cinco pontos desperdiçados como mandante no Brasileirão.

Com o resultado, o Galo caiu para a quinta posição, com dez pontos, empatado com o Palmeiras, quarto colocado, mas com saldo de gols inferior. Se vencesse, o Atlético chegaria a 12 e assumiria a vice-liderança, com a mesma pontuação do líder Athletico-PR, mas atrás no saldo.

Já a Chapecoense está na outra extremidade da tabela, na 16ª posição, com apenas três pontos.

Tchê Tchê abriu o placar para o Galo aos 24 minutos do primeiro tempo em um belo chute de fora da área.

Ravanelli empatou para a Chape aos 34 da etapa final em cobrança de pênalti apontado pelo VAR. Allan derrubou Fernandinho na área com um carrinho, mas o árbitro de campo não deu. Segundos depois, a partida foi paralisada, após Rodolpho Toski Marques ser alertado pelo árbitro de vídeo no lance na área alvinegra. Após rever a jogada no monitor, a penalidade foi marcada.

Na próxima rodada, o Atlético enfrenta o Ceará, quinta-feira, às 19h, no Castelão. No mesmo horário, a Chapecoense recebe o Internacional, na Arena Condá.

O jogo

O Galo entrou em campo com 13 desfalques: Nacho Fernández, Nathan, Dylan, Marrony, Micael e Igor Rabello (covid-19), Dodô e Rafael (lesionados), Junior Alonso, Alan Franco, Vargas e Savarino (disputando a Copa América) e Sávio (a serviço da Seleção Brasileira Sub-17).

Tchê Tchê abriu o placar para o Galo aos 24 minutos do primeiro tempo em um belo chute de fora da área que entrou no cantinho – foi o primeiro dele pelo clube. Mas antes de o Atlético marcar o gol, a Chapecoense desperdiçou ótimas oportunidades. A melhor delas foi logo no primeiro minuto de jogo, quando Réver falhou e bola sobrou para Fernandinho. O atacante avançou sozinho e saiu cara a cara com Everson, mas o goleiro “cresceu” e salvou o Alvinegro de sair atrás.

O Galo dominava o jogo, mas a Chape também assustava, porém não tinha a mesma efetividade. Anselmo Ramon recebeu livre cruzamento e bateu de primeira, mas mandou para fora.

A equipe catarinense chegou a balançar as redes, mas o gol foi anulado. Após cruzamento rasteiro da direita, a bola passou por Everson, mas não por Ravanelli, que estava de frente para o gol aberto e finalizou. Mas a bola bateu em Anselmo Ramon, que estava caído quase em cima da linha e completou para as redes. No entanto, o camisa 9 foi flagrado em impedimento.

Pouco depois, o Atlético respondeu com Hulk, que acertou o travessão em uma cabeçada. O jogo era movimentado e a Chape incomodou de novo em um chutaço de Matheus Ribeiro que passou rente à trave.

O Galo quase ampliou em uma finalização de Hulk, que completou de primeira o cruzamento, mas o goleiro João Paulo saltou no canto para espalmar. Keno também teve a chance de fazer o segundo gol, mas acertou a rede pelo lado de fora.

A Chapecoense cresceu na partida em busca do empate. Após uma blitz no campo de ataque, Fernandinho acertou um chute que pegou no pé da trave e rolou quase por cima da linha do gol.

De tanto pressionar, a equipe catarinense arrancou a igualdade no placar em cobrança de pênalti apontado pelo VAR. Ravanelli converteu e deixou tudo igual no Mineirão.

Nos acréscimos, Hulk teve a chance de fazer o gol da vitória. O camisa 7 deu um drible desconcertante no adversário, invadiu a área pela esquerda, puxou para a perna direita e bateu para o gol, mas mandou para fora.

Atlético 1 x 1 Chapecoense

Atlético: Everson; Guga (Mariano), Gabriel, Réver e Arana; Allan, Tchê Tchê (Calebe) e Jair (Zaracho); Hyoran (Echaporã), Keno (Sasha) e Hulk. Técnico: Cuca.

Chapecoense: João Paulo; Matheus Ribeiro, Felipe Santana, Ignácio e Derlan; Anderson Leite, Guedes (Bruno Silva) e Lima; Fernandinho (Ezequiel), Ravanelli e Anselmo Ramon (Perotti). Técnico: Jair Ventura

Motivo: 5ª rodada do Campeonato Brasileiro

Data: 21 de junho de 2021, segunda-feira, às 20h

Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)

Gols: Tchê Tchê (24’/1º), Ravanelli (34‘/2º)

Cartão Amarelo: Hulk (Atlético); Ignácio (Chapecoense)

Árbitro: Rodolpho Toski Marques (PR)

Auxiliares: Rafael Trombeta (PR) e Victor Hugo Imazu dos Santos (PR) 

VAR: Daniel do Espirito Santo Parro (RJ)

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Esporte
Sobre Esporte
Tudo sobre o esporte em um só lugar!
Santa Maria de Itabira - MG
Atualizado às 18h15 - Fonte: Climatempo
20°
Tempo aberto

Mín. 12° Máx. 27°

20° Sensação
12.3 km/h Vento
62.7% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (26/07)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 13° Máx. 28°

Sol
Terça (27/07)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 14° Máx. 29°

Sol com algumas nuvens